Cantinho da Memória - Projeto da Professora Elianinha

Um ponto interessante trabalhado através do projeto foi a "história viva" ou "memória viva". O objetivo foi fazer com que todos os envolvidos sentissem a emoção intrínseca às palavras de um pequeno conto, de uma pequena história ou mesmo de fábulas ou poemas. Nas fotos abaixo podemos ver uma ação do projeto, que consistiu em convidar pessoas mais experientes da comunidade para que contassem algo marcante em suas vidas. A senhora das imagens abaixo declamou várias poesias, todas gravadas em sua memória. Foi muito divertido e curioso, pois mesmo o pessoal que já contava algumas primaveras desconhecia tais poemas. No mais, foi possível perceber, através dessa ação, que o mundo mudou incomensuravelmente, mas que ainda há algo especial no modo de vida de algumas décadas passadas. O mundo se transformou, evoluiu, criou a internet, computadores, celulares, etc., mas ainda não foi capaz de guardar numa máquina a emoção do momento vivido.
http://picasion.com/
www.joaquimvianna.blogspot.com.br




http://picasion.com/
www.joaquimvianna.blogspot.com.br




http://picasion.com/
www.joaquimvianna.blogspot.com.br




http://picasion.com/
www.joaquimvianna.blogspot.com.br




Um pouco de poema faz bem à alma


Conheça esse riquíssimo portal de poemas, uma reunião bastante diversificada de poemas para serem lidos online. Vale à pena conferir. Clique na imagem!
Bethinha - Portal de Poemas

A expansão da Língua Portuguesa




A língua portuguesa foi transportada para os territórios colonizados durante a Expansão extra-europeia. Quando a expansão começou, no início do séc. XV, a língua acabava de sair de uma outra fase de expansão territorial, que a transportara até ao Algarve desde o seu berço: as terras galegas e nortenhas.
Com mais de 260 milhões de falantes, o português é, como língua nativa, a quinta língua mais falada no mundo, a mais falada no hemisfério sul das que usam o alfabeto latino. Além de Portugal, é oficial em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e, desde 13 de Julho de 2007, na Guiné Equatorial, sendo também falada nos antigos territórios da Índia Portuguesa (Goa, Damão, Ilha de Angediva, Simbor, Gogolá, Diu e Dadrá e Nagar-Aveli) e em pequenas comunidades que faziam parte do Império Português na Ásia como Malaca, na Malásia e na África Oriental como Zanzibar, na Tanzânia. Possui estatuto oficial na União Europeia, no Mercosul, na União Africana, na Organização dos Estados Americanos, na União Latina, na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e na Associação dos Comités Olímpicos de Língua Oficial Portuguesa (ACOLOP). Por viver com muitas dificuldades, parte da população do nosso país procurou terras mais ricas. Durante muito tempo foram o Brasil, a Venezuela, a África do Sul e as colónias de Angola e Moçambique as terras mais escolhidas pelos nossos emigrantes. A partir da década de 60, a emigração é feita, principalmente, para países da Europa: França, Alemanha, Luxemburgo e Suíça. Os habitantes das regiões autónomas dos Açores e da Madeira procuraram melhores condições de vida principalmente nos Estados Unidos e Canadá.

Fontes:
http://cvc.instituto-camoes.pt/hlp/brevesum/index.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_portuguesa


Reflexão.
A língua portuguesa é falada em muitos cantos do mundo e os primeiros responsáveis foram os portugueses na sua expansão. Na Europa também existem muitas comunidades de portugueses espalhadas por vários países que falam o português mas a meu ver o maior responsável por o português ser a 5ª língua mais falada no mundo e haver muita informação na internet em português é sem dúvida o Brasil.
Para mim é importante que a língua portuguesa seja conhecida e que se fale em muitos sítios e por muita gente porque é uma mais-valia para quem a fala e é o melhor passaporte que Portugal tem para ser reconhecido em todo o mundo. Se apenas se falasse português em Portugal não conseguíamos projectar a nossa cultura e história ao mundo.